Sábado, 20 Março 2021
  0 Replies
  496 Visits
0
Votes
Desfazer
  Subscribe
A série 11ª Geração Core com o codinome “Rocket Lake-S” terá um 4º modo Boost, denominado Adaptive Boost. Tanto o  Thermal Velocity Boost (TVB) quanto a Adaptive Boost Technology (ABT) serão exclusivos da série Rocket Lake's Core i9-11900K (F).

Em um breve resumo, o novo recurso Adaptive Boost Technology (ABT) permite que os processadores Core i9 aumentem dinamicamente para frequências mais altas de todos os núcleos, com base nas condições térmicas disponíveis e nas condições elétricas, de modo que as frequências de pico podem variar. Também permite que o chip opere a 100 ° C durante a operação normal.



https://techboxlab.com.br/images/conteudo/Intel/Intel_2.png



Podemos pensar que nesse caso, o ABT é um recurso de overclock automático dinâmico. Ainda assim, como o chip permanece dentro das especificações da Intel de um limite de temperatura de 100C, é um recurso compatível que não se enquadra na mesma classificação do overclock. Isso significa que o chip permanece totalmente dentro da garantia se você optar por habilitar o recurso (ele é desabilitado por padrão no BIOS da placa-mãe).

Em contraste, o aumento de ABT irá variar de acordo com o chip - muito do aumento de frequência depende da qualidade do seu chip. Consequentemente, a loteria do silício entra em jogo, junto com os recursos de refrigeração e fornecimento de energia.

Essa abordagem da Intel geralmente resultará em temperaturas operacionais mais altas durante o trabalho intenso, (Logico que essas temperaturas mais altas vão depender do sistema utilizado para refrigeração). Mas isso não difere muito da abordagem atual da AMD porque o ABT é muito semelhante à tecnologia Precision Boost 2 da AMD. A AMD foi pioneira nessa técnica de aumento para PCs desktop com sua série Ryzen 3000, permitindo que o chip aumentasse com base nas condições térmicas e elétricas do sistema, e não com base em uma tabela de pesquisa pré-definida. Ainda assim, a empresa aumentou os limites de temperatura com seus processadores Ryzen 5000 para extrair o máximo desempenho dentro da especificação térmica máxima dos chips.

No geral, o Precision Boost 2 da AMD e a Tecnologia Adaptive Boost da Intel representam as tentativas de ambas as empresas de extrair o máximo de desempenho possível dentro dos limites de seus respectivos limites de TDP. Em seu estilo tradicional, a AMD oferece o recurso como padrão em todos os seus processadores Ryzen mais recentes, enquanto a Intel o posiciona como um recurso premium para seus processadores Core i9 K e KF de última geração.

Vale mencionar que para usar o ABT é necessário atualizar a BIOS e ativar a tecnologia manualmente no sistema da placa mãe. (Como já mencionei em outras publicações, atualização de BIOS não é algo que deve ser feito sem está em um ambiente controlado).

Fonte: Guru3D, Tom's Hardware.



Considerações do Lab.
Como eu sempre falo no laboratório, na teoria sempre tudo funciona como esperado, mas na prática é um pouco diferente, quando a Intel ou AMD falam sobre condições térmicas e elétricas favoráveis, no vasto universo de possibilidades de combinações de Hardware, nem sempre o resultado sai como esperado.

também temos que levar em consideração, que uma placa mãe tem que ter um sistema de alimentação muito diferenciado, (que custa muito caro) e que automaticamente precisa de uma fonte de mesmo porte, seguindo e não menos importante um sistema de refrigeração de ótima qualidade.

O que eu quero explicar com isso, é que todos esses gráficos e frequência altas dependem e muito de varios fatores, não só a loteria do silício ou a versão K ou KF, e sim de todo um ecossistema bem construído para aproveitar não só o sistema (ABT) da Intel como o (Precision Boost 2) da AMD.

O que eu mais vejo no Laboratório quando chega um PC Gamer para manutenção, são projetos em que algo faltou, pode ser uma fonte que não entrega o que o sistema precisa, ou um watercooler que sofre para deixar as temperaturas baixas, e aí meus amigos vemos o pior tipo de gargalo que podemos ter um processador com muito potencial mas que um detalhe o deixou completamente limitado.


Ler artigo inteiro
Não há respostas feitas para essa postagem ainda.
Seja um dos primeiros a responder a esta postagem!
No Internet Connection