EA Play chega ao Xbox Game Pass de PC nesta quinta-feira (18)

Após adiamentos, integração dos serviços finalmente será liberada nos computadores.
A Microsoft finalmente confirmou quando o EA Play será integrado com o Game Pass de PC.

Após um adiamento em 2020, os assinantes para computador poderão jogar os games da Eletronic Arts com o serviço da Xbox a partir de amanhã, 18 de março.

A integração será liberada no Brasil a partir das 18h, segundo o blog oficial da Xbox. Após esse horário, quem assina o Xbox Game Pass de PC, que custa R$ 30 mensais, poderá acessar todo o catálogo do EA Play para computadores.

A integração também vale para os assinantes do Xbox Game Pass Ultimate. A assinatura de R$ 45 mensais inclui o catálogo do EA Play para a versão de consoles do serviço.

O catálogo do EA Play estará disponível por meio do aplicativo EA Desktop, que atualmente está em beta aberto no Windows 10. Após o download, basta entrar com a conta Eletronic Arts para realizar o vínculo com o serviço da Microsoft.

Os jogos da EA aparecerão no aplicativo Xbox para Windows, mas o jogador será redirecionado ao aplicativo EA Desktop na hora de abrir e instalar os títulos da Eletronic Arts.

EA Play no Game Pass de PC

Segundo a Microsoft, o catálogo do EA Play conta com mais de 60 dos "maiores e melhores" jogos de PC da Eletronic Arts. Alguns dos jogos inclusos na assinatura são Star Wars Jedi Fallen Order, FIFA 20, Titanfall 2 e Need for Speed Heat, além de produções de franquias como Battlefield, Madden NFL, Command & Conquer e The Sims. 

A Eletronic Arts ainda destaca que os jogadores de PC que assinam o Game Pass também poderão jogar Star Wars Squadrons com a assinatura. O jogo chega amanhã ao catálogo da plataforma tanto nos computadores quanto nos consoles.

Além disso, os assinantes do Game Pass de PC receberão bônus exclusivos para jogos da Eletronic Arts. Neste mês, a assinatura trará itens digitais para Madden 21 e também uma arma para Apex Legends.

A Microsoft ainda promete alguns extras na parte de gameplay. Os jogadores poderão testar FIFA 21 e outros jogos de grandes franquias por 10 horas. Alguns títulos também contarão com recompensas especiais para os membros do Game Pass.

Fonte: xbox news.

Considerações do Lab.

Testamos por meses o serviço da Microsoft, e mesmo antes do EA Play, já era sem duvida alguma o melhor sistema de assinatura. Com os preços que os jogos estão custando hoje em dia, um sistema que entrega uma quantidade absurda de jogos merece nossa admiração, já que montar um PC está tão complicado com os preços atuais. Vale destacar que a Microsoft tem investido pesado na aquisição de varias produtoras, como foi recentemente a compra da Bethesda, com isso em breve podemos esperar muito mais.

Elden Ring será lançado em 21 de janeiro de 2022, veja o trailer em 4K

A FromSoftware anunciou hoje durante o Summer Game Fest um novo trailer de Elden Ring revelando muito do gameplay do jogo assim como vários dos inimigos, armas e recursos presentes no título. O game será lançado no dia 22 de janeiro de 2022. O game chegará para PC, Playstation 5, Xbox Series X|S, PS4 e Xbox One.

Depois de cerca de uma hora e 30 minutos de transmissão do evento com diversos anúncios de jogos menos aguardados ou alguns breves conteúdos de jogos já existentes, Elden Ring fez uma aparição final no Summer Game Fest revelando um novo trailer com mais detalhes do gameplay, da ambientação e design dos inimigos do jogo. Esse foi claramente o anúncio mais aguardado do evento, especialmente pelos fãs de jogos souls-like.

Como era de se esperar, o estilo de gameplay bem característico de Dark Souls marcou presença nesse anúncio além dos vários chefes que você encontra ao longo da sua jornada. No entanto, talvez um dos maiores destaques desse título seja a sua exploração de mundo, que parece mais vasto do que em outros jogos do gênero.

No trailer é possível ver diferentes cenários, desde ruinas em castelos até ambientes amplos cheios de vegetação onde até foi possível notar o uso de uma montaria para o deslocamento em longas distâncias.

Elden Ring é desenvolvido por Hidetaka Miyazaki (o criador da série Dark Souls) em parceria com o autor George R.R. Marting, o mesmo autor de livros de fantasia como Game of Thrones. Vale destacar que a FromSoftware alega que esse é o maior projeto da desenvolvedora até então.

Fonte: Neowin

Intel apresenta Adaptive Boost Technology para Core i9-11900K e Core i9-11900KF

A série 11ª Geração Core com o codinome “Rocket Lake-S” terá um 4º modo Boost, denominado Adaptive Boost. Tanto o  Thermal Velocity Boost (TVB) quanto a Adaptive Boost Technology (ABT) serão exclusivos da série Rocket Lake's Core i9-11900K (F).

Em um breve resumo, o novo recurso Adaptive Boost Technology (ABT) permite que os processadores Core i9 aumentem dinamicamente para frequências mais altas de todos os núcleos, com base nas condições térmicas disponíveis e nas condições elétricas, de modo que as frequências de pico podem variar. Também permite que o chip opere a 100 ° C durante a operação normal.

Podemos pensar que nesse caso, o ABT é um recurso de overclock automático dinâmico. Ainda assim, como o chip permanece dentro das especificações da Intel de um limite de temperatura de 100C, é um recurso compatível que não se enquadra na mesma classificação do overclock. Isso significa que o chip permanece totalmente dentro da garantia se você optar por habilitar o recurso (ele é desabilitado por padrão no BIOS da placa-mãe).

Em contraste, o aumento de ABT irá variar de acordo com o chip - muito do aumento de frequência depende da qualidade do seu chip. Consequentemente, a loteria do silício entra em jogo, junto com os recursos de refrigeração e fornecimento de energia.

Essa abordagem da Intel geralmente resultará em temperaturas operacionais mais altas durante o trabalho intenso, (Logico que essas temperaturas mais altas vão depender do sistema utilizado para refrigeração). Mas isso não difere muito da abordagem atual da AMD porque o ABT é muito semelhante à tecnologia Precision Boost 2 da AMD. A AMD foi pioneira nessa técnica de aumento para PCs desktop com sua série Ryzen 3000, permitindo que o chip aumentasse com base nas condições térmicas e elétricas do sistema, e não com base em uma tabela de pesquisa pré-definida. Ainda assim, a empresa aumentou os limites de temperatura com seus processadores Ryzen 5000 para extrair o máximo desempenho dentro da especificação térmica máxima dos chips.

No geral, o Precision Boost 2 da AMD e a Tecnologia Adaptive Boost da Intel representam as tentativas de ambas as empresas de extrair o máximo de desempenho possível dentro dos limites de seus respectivos limites de TDP. Em seu estilo tradicional, a AMD oferece o recurso como padrão em todos os seus processadores Ryzen mais recentes, enquanto a Intel o posiciona como um recurso premium para seus processadores Core i9 K e KF de última geração.

Vale mencionar que para usar o ABT é necessário atualizar a BIOS e ativar a tecnologia manualmente no sistema da placa mãe. (Como já mencionei em outras publicações, atualização de BIOS não é algo que deve ser feito sem está em um ambiente controlado).

Fonte: Guru3D, Tom's Hardware.

Considerações do Lab.

Como eu sempre falo no laboratório, na teoria sempre tudo funciona como esperado, mas na prática é um pouco diferente, quando a Intel ou AMD falam sobre condições térmicas e elétricas favoráveis, no vasto universo de possibilidades de combinações de Hardware, nem sempre o resultado sai como esperado.

também temos que levar em consideração, que uma placa mãe tem que ter um sistema de alimentação muito diferenciado, (que custa muito caro) e que automaticamente precisa de uma fonte de mesmo porte, seguindo e não menos importante um sistema de refrigeração de ótima qualidade.

O que eu quero explicar com isso, é que todos esses gráficos e frequência altas dependem e muito de varios fatores, não só a loteria do silício ou a versão K ou KF, e sim de todo um ecossistema bem construído para aproveitar não só o sistema (ABT) da Intel como o (Precision Boost 2) da AMD.

O que eu mais vejo no Laboratório quando chega um PC Gamer para manutenção, são projetos em que algo faltou, pode ser uma fonte que não entrega o que o sistema precisa, ou um watercooler que sofre para deixar as temperaturas baixas, e aí meus amigos vemos o pior tipo de gargalo que podemos ter um processador com muito potencial mas que um detalhe o deixou completamente limitado.

Magalu anuncia compra do KaBum! por R$ 3,5 bi e reforça investimento no mercado gamer.

O grupo Magalu anunciou na manhã desta quinta-feira (15) a compra do e-commerce KaBum! pelo valor de R$ 3,5 bilhões, na maior aquisição da história da empresa, maior até que a compra da NetShoes.

O grupo empresarial, liderado pelo CEO Fred Trajano, pagará R$ 1 bilhão em dinheiro à vista e parcelas de R$ 125 milhões em ações a serem pagas em tranches de 6, 12 e 18 meses. O pagamento seria concluído em janeiro de 2024, com um pacote final de 50 milhões de ações pagas a título de earnout.

KabuM!

Fundado pelos irmãos Leandro Ramos e Thiago Ramos há 18 anos na cidade de Limeira, no interior de São Paulo, o KaBum! é um dos maiores e-commerce com foco no público gamer no Brasil. Atualmente, a empresa tem cerca de 2 milhões de clientes ativos e somente em 2020 teve um faturamento de R$ 3,5 bilhões, com lucro líquido na casa dos R$ 300 milhões.

O KaBum! considerou fazer um IPO (abertura de capital na Bolsa de Valores) no ano passado e esteve em negociações com o grupo B2W antes de concluir o negócio com a Magalu.

Expansão e estratégia

A plataforma é mais uma aquisição de peso do grupo, que também é proprietário da Netshoes e dos sites Jovem Nerd e Canaltech. Nos últimos 18 meses foram nada menos do que 21 empresas adquiridas.

A partir de agora, essa plataforma passa a ser incorporada ao ecossistema do Magalu e operar em cooperação com o Jovem Nerd e o Canaltech, negócios recentemente adquiridos e que dialogam com o mesmo universo de clientes.

Junto com as recentes aquisições, o KaBuM! e o Magalu poderão oferecer uma experiência de compra, conteúdo e entretenimento completa para os amantes de tecnologia e do mundo gamer.

O KaBuM! também passa a usufruir de uma série de benefícios oferecidos pela plataforma do Magalu: oferta de produtos no SuperApp, uso da multicanalidade e do sistema de entregas mais rápido do Brasil e produtos financeiros, como cartões de crédito e seguros.

Mercado gamer!

A companhia também aprofunda a posição no mercado gamer, que cresce exponencialmente no mundo e no Brasil -- segundo a consultoria de e-sports BBL, são 95 milhões de gamers no país.

Dados da consultoria Accenture mostram que a indústria mundial de games atingirá 300 bilhões de dólares ao final de 2021, receita maior que a dos setores de música e filmes somados.

O KaBuM! é um dos precursores em esportes eletrônicos no Brasil. Criou uma das maiores equipes de League of Legends do país, a KaBuM! Esportes, tetracampeã nacional e a primeira representante brasileira no campeonato mundial. A KaBuM! Esportes apoia também outras modalidades de e-sports, como Counter Strike, FIFA e Free Fire.

Ações

O Magalu anuncia a realização de um follow-on, que deve emitir 150 milhões de novas ações. O sindicato de bancos responsável pela operação é liderado por Itaú e BTG Pactual e conta ainda com J.P. Morgan, Merril Lynch, Banco do Brasil, Bradesco, Goldman Sachs, Morgan Stanley, Santander e XP.

''O follow-on, também conhecido de oferta subsequente de ações, é o nome dado ao evento onde uma empresa que já possui capital aberto emite mais ações para serem negociadas no mercado. Além disso, pode ser também o processo pelo qual determinado acionista relevante da empresa oferta seus papéis ao mercado.’’

Os recursos captados terão como destino a expansão do Magalu em novos mercados, investimentos em logística, com abertura de novos centros e hubs de distribuição, e o pagamento de aquisições estratégicas. Uma delas é a da Hub Fintech, realizada em dezembro de 2020, cuja compra -- de 290 milhões de reais -- foi concluída recentemente, após aprovações pelo Cade e Banco Central.

Fonte Exame,CanalTech, 

Processadores AMD estão presentes em mais de 30% dos computadores de usuários na Steam

Pesquisas apresentadas na Steam, com informações que detalham quais hardwares e softwares são utilizados pelos seus jogadores, acabaram de informar uma ótima notícia para os usuários da AMD: a companhia, com o sucesso dos processadores Ryzen, conseguiu reconquistar mais de 30% de presença em computadores dos jogadores na plataforma.

Já fazia alguns anos desde a sua última aparição de maneira tão significativa, acima dos 30%, nos gráficos veiculados pela empresa. O resultado foi obtido utilizando os dados repassados em maio de 2021, e registrou um aumento de 0.65% desde o último período analisado.

Com relação a sua participação no mercado de placas de vídeo, houve um pequeno retrocesso: a companhia está presente em 16.2% das máquinas analisadas. Anteriormente, o resultado obtido marcava 16.3%.
É esperada uma melhoria nesses números, caso o AMD FidelityFX Super Resolution realmente se estabeleça como um rival de alto nível do DLSS, Deep Learning Super Sampling, da Nvidia.

Fonte: steam techpowerup

No Internet Connection