AMD registra patente para acelerador de aprendizado de máquina de chiplet a ser emparelhado com GPU e chips de cache

A AMD entrou com um pedido de patente pela qual descreve um design de chip MLA (Machine Learning Accelerator) que pode então ser emparelhado com uma unidade de GPU (como RDNA 3) e uma unidade de cache (provavelmente uma versão excisada por GPU do design Infinity Cache da AMD estreou com RDNA 2) para criar o que a AMD está chamando de "APD" (Dispositivo de processamento acelerado). O projeto permitiria, portanto, que a AMD criasse um acelerador de aprendizado de máquina baseado em chips cuja única função seria acelerar o aprendizado de máquina - especificamente, multiplicação de matrizes. Isso habilitaria recursos semelhantes aos disponíveis nos núcleos Tensor da NVIDIA.

Isso poderia dar à AMD uma maneira modular de adicionar recursos de aprendizado de máquina a vários de seus projetos por meio da inclusão de um chip, e pode ser a maneira da AMD de obter aceleração de hardware de um recurso semelhante ao DLSS. Isso evitaria as deficiências associadas à sua implementação no próprio pacote de GPU - um aumento na área geral da matriz, com, portanto, aumento de custo e rendimentos reduzidos, enquanto ao mesmo tempo permite que a AMD o implemente em outros produtos que não sejam pacotes de GPU. A patente descreve a possibilidade de diferentes tecnologias de fabricação sendo empregadas no projeto baseado em chips - remetendo aos módulos de E / S nas CPUs Ryzen, fabricados por meio de um processo de 12 nm, e não o de 7 nm usado para os chips principais. A patente também descreve a aceleração de solicitações de cache do chip da GPU para o chip de cache e o uso imediato dele como cache real ou como memória endereçável diretamente.

EA Play chega ao Xbox Game Pass de PC nesta quinta-feira (18)

Após adiamentos, integração dos serviços finalmente será liberada nos computadores.
A Microsoft finalmente confirmou quando o EA Play será integrado com o Game Pass de PC.

Após um adiamento em 2020, os assinantes para computador poderão jogar os games da Eletronic Arts com o serviço da Xbox a partir de amanhã, 18 de março.

A integração será liberada no Brasil a partir das 18h, segundo o blog oficial da Xbox. Após esse horário, quem assina o Xbox Game Pass de PC, que custa R$ 30 mensais, poderá acessar todo o catálogo do EA Play para computadores.

A integração também vale para os assinantes do Xbox Game Pass Ultimate. A assinatura de R$ 45 mensais inclui o catálogo do EA Play para a versão de consoles do serviço.

O catálogo do EA Play estará disponível por meio do aplicativo EA Desktop, que atualmente está em beta aberto no Windows 10. Após o download, basta entrar com a conta Eletronic Arts para realizar o vínculo com o serviço da Microsoft.

Os jogos da EA aparecerão no aplicativo Xbox para Windows, mas o jogador será redirecionado ao aplicativo EA Desktop na hora de abrir e instalar os títulos da Eletronic Arts.

EA Play no Game Pass de PC

Segundo a Microsoft, o catálogo do EA Play conta com mais de 60 dos "maiores e melhores" jogos de PC da Eletronic Arts. Alguns dos jogos inclusos na assinatura são Star Wars Jedi Fallen Order, FIFA 20, Titanfall 2 e Need for Speed Heat, além de produções de franquias como Battlefield, Madden NFL, Command & Conquer e The Sims. 

A Eletronic Arts ainda destaca que os jogadores de PC que assinam o Game Pass também poderão jogar Star Wars Squadrons com a assinatura. O jogo chega amanhã ao catálogo da plataforma tanto nos computadores quanto nos consoles.

Além disso, os assinantes do Game Pass de PC receberão bônus exclusivos para jogos da Eletronic Arts. Neste mês, a assinatura trará itens digitais para Madden 21 e também uma arma para Apex Legends.

A Microsoft ainda promete alguns extras na parte de gameplay. Os jogadores poderão testar FIFA 21 e outros jogos de grandes franquias por 10 horas. Alguns títulos também contarão com recompensas especiais para os membros do Game Pass.

Fonte: xbox news.

Considerações do Lab.

Testamos por meses o serviço da Microsoft, e mesmo antes do EA Play, já era sem duvida alguma o melhor sistema de assinatura. Com os preços que os jogos estão custando hoje em dia, um sistema que entrega uma quantidade absurda de jogos merece nossa admiração, já que montar um PC está tão complicado com os preços atuais. Vale destacar que a Microsoft tem investido pesado na aquisição de varias produtoras, como foi recentemente a compra da Bethesda, com isso em breve podemos esperar muito mais.

No Internet Connection